Diário de bordo #16 – O que fazer com o meu lixo aqui na Romênia?

Por Letícia Maria Klein •
12 fevereiro 2015

Desde que eu cheguei aqui na Romênia, em primeiro de janeiro, venho guardando os resíduos sólidos recicláveis que eu gero. Pelo menos, mais de 90% deles. Como eu convivo com mais três colegas no quarto, muitas coisas recicláveis elas acabam jogando no lixeiro. Não tem latões de coleta seletiva aqui no campus onde vivemos, então eu levei meus resíduos acumulados para o campus onde são as sessões do projeto Arges in Green, pois lá tem latas de separação do lixo (só não para vidro, apenas papel, plástico e metal). Restos de comida eu tenho que jogar no lixo comum, pois não tem como fazer compostagem aqui. Consegui guardar algumas cascas, guardanapos e pão mofado (que as meninas compraram e não comeram) para fazer a compostagem experimental com os alunos, sendo que depois nós enterramos os resíduos no jardim. Quer ver do que é composto meu lixo?


Não temos uma cozinha decente aqui para preparar pratos, então comemos muito fora. Eu compro muita comida pronta, do tipo doces e salgados que encontramos na padaria, para comer no dormitório no café da manhã e às vezes à noite. Reutilizo os sacos de papel (que já estão bem amassados e engordurados, mas eu continuo usando) quando vou às padarias. Pão, por exemplo, eu compro o que a padaria faz e coloco na embalagem que eu levo. Mas nas três primeiras semanas eu comprei pão que vem na embalagem de plástico no mercado.


Como as minhas malas chegaram um dia depois de mim, elas vieram embaladas em dois grandes sacos de plástico. Outros resíduos plásticos são de um chocolate romeno que eu comprei para experimentar, embalagens de balas e outros alimentos que os colegas daqui me deram, pratos de bolo de um encontro que eu fiz com meu time aqui no dormitório. As duas embalagens de isopor são de duas vezes que eu fui a pubs, pedi pizza, sobrou e eu trouxe para o dormitório. Isso foi bem no começo, logo depois eu achei uma outra pizzaria, boa e barata, e guardei a embalagem de papelão, que eu levei comigo nas outras vezes em que fui lá para trazer as sobras pra casa.


Os resíduos de papel incluem rolinhos de papel higiênico, embalagens das padarias (algumas vezes eu pedia alguma coisa e quando eu ia dar a minha embalagem para a atendente, ela já estava me dando o produto embalado, então eu acabei tendo papéis demais), tickets do ônibus (que desperdíciooooo), sacos do McDonald’s (não gosto, mas tínhamos que ser rápidos naquele dia), a caixa de papelão do par de botas que eu comprei em Bucareste para poder encarar o frio daqui (comprei somente este par e uso todos os dias).


Tem também potes de vidro de geleias e molhos que todas nós, moradoras temporárias do dormitório, compramos, que eu estou separando e vou entregar para a Oana, uma menina do meu time, cuja mãe utiliza estes potes para guardar comida em casa. 


Todos estes resíduos eu coloquei nas latas de papel e papelão e metal e plástico (que são uma só aqui) lá na universidade. Os alunos tinham falado que é fachada, que não existem empresas que recolhem só o lixo reciclável. Mas a Oana pesquisou e achou um site que lista todas as empresas que fazem reciclagem aqui na Romênia e ela também disse que viu o caminhão de lixo comum pegar apenas o lixo comum. Então, eu quero acreditar que o lixo reciclável é coletado e levado para indústrias que fazem a reciclagem. 

Terça-feira que vem será meu último dia na universidade para dar a sessão. Depois disso, o lixo reciclável que eu acumular até a segunda-feira seguinte, dia da minha partida para o Brasil, vou levar comigo para Bucareste e colocar nas latas de coleta seletiva no aeroporto. Eu não consigo jogar os resíduos recicláveis no lixo comum, sério mesmo, não consigo. Procuro reduzir ao máximo o lixo que eu gero, afinal, eu vim aqui para causar um impacto positivo na comunidade e não negativo. A ideia, desde o princípio, foi tornar esta viagem o mais sustentável possível.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá, muito obrigada por passar aqui! Comente o que achou da postagem e em breve respondo.

© 2013 Sustenta Ações – Programação por Iunique Studio