15 aplicativos que nos ajudam a ajudar o planeta e viver de forma sustentável

Por Letícia Maria Klein •
22 fevereiro 2016

A tecnologia avança um pouco mais a cada dia, possibilitando melhorias tanto nas ciências diversas quanto na maneira como vivemos nossa vida e nos relacionamos com os outros e o mundo. Associações, empresas e pesquisadores têm apostado no uso de aplicativos para internet e celular para estimular as pessoas a contribuírem com a preservação da biodiversidade e dos bens naturais e aplicarem a sustentabilidade no seu dia a dia. A lista abaixo tem 15 aplicativos relacionados a resíduos sólidos, fauna, flora, água, energia, consumo colaborativo, alimentação saudável, moda ecológica, mobilidade urbana e agroecologia. Conheça todos e baixe os seus! 


Beat the micro bead
Milhares de produtos de higiene pessoal vendidos no mundo contém micropartículas de plástico. Quase invisíveis a olho nu, estas partículas vão do ralo para os oceanos, passando por Estações de Tratamento de Água e Esgoto que não conseguem filtrá-las. Assim, as gigantescas sopas de plástico nos oceanos vão aumentando diariamente. Animais marinhos acabam ingerindo estes plásticos, tanto as micropartículas quanto pedaços maiores, o que leva geralmente a sua morte. Pessoas que consomem estes animais também acabam ingerindo as micropartículas. Este aplicativo ajuda a identificar, através do código de barras, quais produtos contém ou não microplásticos. O banco de dados não reconhece todos os produtos, por isso cada pessoa pode cadastrar novos itens na plataforma

The Bulk App
Como embaixadora da Juventude Lixo Zero, garanto que a satisfação de comprar produtos a granel, sem embalagens, não tem preço. Consumir sem gerar resíduos é fantástico e libertador. Mas muitas vezes a gente não sabe por onde começar nem aonde ir para conseguir produtos a granel. O aplicativo ZeroWasteHome Bulk, criado pela família da Bea Johnson, mapeia lugares no mundo todo onde você pode levar a sua própria bolsa ou pote para encher com centenas de alimentos diferentes. Grande sacada lixo zero! 


Bee Alert 
As abelhas estão desaparecendo! O sumiço delas começou a chamar a atenção em 1995, nos Estados Unidos. Estudos realizados indicam que o desaparecimento é causado por um distúrbio chamado CCD (Síndrome do Colapso das Abelhas, em inglês). Por que isso é tão preocupante? Simples assim: as abelhas são responsáveis por cerca de 70% das culturas agrícolas. Então, menos abelhas quer dizer menos alimentos. Com o aplicativo Bee Alert, apicultores, meliponicultores (criadores de abelhas sem ferrão) e a comunidade científica podem registrar e documentar as ocorrências de desaparecimento ou perda de abelhas, indicando o local, intensidade e possíveis causas. Estas informações, geradas colaborativamente, contribuem para estudo do desaparecimento das abelhas e o esforço de proteção a estes insetos. 

Urubu Mobile 
Muito provavelmente, você já viu um animal morto enquanto viajava nas estradas brasileiras. Com o Urubu Mobile, podemos fazer muito mais do que apenas lamentar e seguir em frente. Podemos ajudar a combater esse quadro horripilante de 450 milhões de animais silvestres mortos todos os anos nas estradas. O aplicativo foi desenvolvido pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas e, para funcionar adequadamente, requer que seu aparelho celular tenha câmera fotográfica e GPS. Para colaborar com o Sistema Urubu, você deve tirar uma foto do animal atropelado que permita a identificação da espécie. A posição geográfica e a data serão registradas automaticamente. Se quiser, adicione um comentário e então salve a foto, que ficará no álbum do aplicativo e pode ser enviada usando a internet do celular ou rede sem fio. Assim, as informações sobre a mortalidade animais silvestres nas rodovias e ferrovias que são coletadas ajudam governos e concessionárias a tomarem medidas para reduzir estes impactos.

Extintômetro
Exclusivo para o Facebook, este aplicativo, desenvolvido pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária em parceria com 27 conselhos regionais, ajuda as pessoas a identificarem animais ameaçados de extinção ou já extintos e a denunciar práticas ilegais. O aplicativo dá uma amostra representativa das 627 espécies brasileiras extintas ou ameaçadas, informa sobre como denunciar o tráfico de animais silvestres em cada estado e permite que as fotos dos animais sejam usadas como avatar nos perfis pessoais dos usuários.

Viva Floresta
Como o site informa, esta ferramenta é para fazer de cada brasileiro um plantador de árvores, visto que as cidades estão cheias de espécies nativas com frutos e sementes que ninguém colhe. O aplicativo permite mapear árvores urbanas, facilitando a coleta de sementes e a produção de mudas, além de registrar a necessidade de cuidados como podas e combate a pragas. Ele é abastecido de forma colaborativa, então se você quer cadastrar uma árvore, mas não sabe o nome, pode deixar o campo em branco e aguardar até outro usuário preencher a informação. O aplicativo foi adaptado da plataforma Open Tree Map, que é utilizada nos Estados Unidos, Inglaterra e México. 

Nosso Consumo
Os aplicativos da iniciativa Nosso Consumo, uma parceria entre a Federação Brasileira dos Bancos e o Instituto Akatu, buscam conscientizar as pessoas sobre os impactos negativos do desperdício, do consumismo e da falta de controle sobre o indivíduo, seus gastos financeiros, a sociedade e o planeta Terra. O aplicativo Nossa Água traz dicas para economizar este recurso e uma calculadora de banho. O Nossa Energia também tem dicas, que podem ser compartilhadas nas redes sociais, e uma calculadora que contabiliza em Kw o gasto de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos. Com o aplicativo Nossa Alimentação, você pode criar listas de alimentos que vai comprar no mês, suas quantidades e os preços, praticando o consumo consciente e sem desperdício. Por fim, o Nosso Transporte traz dicas sobre transporte, economia, saúde e meio ambiente e ajuda as pessoas a fazerem escolhas mais conscientes quando se locomovem na cidade por meio da Calculadora Transporte Consciente, que compara gastos financeiros, emissão de carbono e calorias gastas pelo usuário para um determinado percurso feito de carro, de transporte público, de bicicleta ou a pé. Todos os aplicativos vêm com jogos educativos.


Como fazer sua horta
Este manual prático está disponível dentro do aplicativo Guia Salad, que também disponibiliza publicações sobre alimentação saudável. O manual traz dicas para quem quer montar sua própria horta, seja em casa ou apartamento. Dá para cultivar hortaliças, legumes e temperos, além de árvores frutíferas. O manual sugere começar com cultivos como alecrim, orégano, manjericão, boldo, salsinha, cebolinha, pimenta, hortelã e coentro. 

Livrio 
“Compartilhe livros que você ama com quem ama livros”, diz o site. Assim, você pratica o consumo colaborativo, aliviando a pressão sobre os bens naturais do planeta, além de poder fazer novos amigos, conversar sobre seus livros favoritos com eles e economizar dinheiro. É uma ferramenta muito interessante para quem quer ser sustentável também na leitura. O aplicativo cadastra seus livros apenas escaneando o código de barras, encontra livros de amigos que você quer ler e te avisa quando está na hora de alguém te devolver o livro que foi emprestado.

Moda Livre 
Este aplicativo denuncia redes varejistas e marcas de roupas que utilizam mão de obra escrava. As companhias listadas responderam a um questionário com base em quatro indicadores: políticas para combater o trabalho escravo em sua cadeia de fornecimento, monitoramento dos fornecedores de roupas, transparência na comunicação de suas ações para os clientes e histórico do envolvimento da empresa em casos de trabalho escravo. As respostas ajudaram a classificar as empresas em três categorias de cores (verde, amarelo e vermelho) conforme as medidas que adotam para combater o trabalho escravo. Empresas que não responderam ao questionário ficaram automaticamente no vermelho.

Bora de Bike 
Ciclistas moradores de São Paulo vão gostar deste aplicativo, que reúne pessoas que usam a bicicleta como meio de transporte na sua locomoção pela cidade. O aplicativo disponibiliza a infraestrutura das vias e rotas sugeridas pelo Google Maps, tem canal de conversa para os usuários que querem combinar de pedalar juntos e mostra os endereços de locais que concertam as bicis. Tem ainda endereços de estacionamentos, informações meteorológicas e sugestões de lojas de bicicleta e de esportes. 

Agrosmart 
Este é para os agricultores. Dados da ONU calculam que cerca de 70% da água do mundo é usada para irrigação na agricultura, num processo muitas vezes ineficiente e desperdiçador. Por meio de sensores, dados meteorológicos, processamento de imagens e outras tecnologias, o Agrosmart oferece, em tempo real, a agricultura de precisão. “A água era usada totalmente sem consciência porque os agricultores não costumam ter um custo por ela, geralmente usam água de alguma mina da região. O Agrosmart faz um monitoramento completo das plantações e conseguimos dizer para ele quando e quanto ele deve irrigar, qual é o melhor momento de plantio, melhor momento de colheita, conseguimos prever aparecimento de doenças e pragas baseado nos dados. Com isso, ele consegue não só reduzir o consumo de água entre 30 e 60% como também economizar energia”, explica Mariana Vasconcelos, criadora do aplicativo. 

2 comentários:

  1. Olá, Letícia!!!
    Amei o seu blog!!! Leitura informativa exposta de forma agradável. IMPOSSÍVEL ler apenas uma postagem! Parabéns!Afinal, o conhecimento das consequências é o primeiro passo para boas decisões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gil! Tudo bem?
      Que bom que gostou, fico feliz!
      Sim, o conhecimento abre portas e nos possibilita sempre melhorar e progredir. A educação ambiental é fundamental para a construção de um mundo melhor.
      Seja bem-vinda ao blog e obrigada por comentar!
      =)

      Excluir

Olá, muito obrigada por passar aqui! Comente o que achou da postagem e em breve respondo.

© 2013 Sustenta Ações – Programação por Iunique Studio