As belezas naturais do Alto São Bernardo

Por Letícia Maria Klein •
19 dezembro 2013

Há um tempinho, minha amiga Marta me deu a ideia de fazer uma série de posts sobre locais naturais bacanas para visitar no Vale do Itajaí. Eu, é claro, amei a ideia! No último domingo, 15 de dezembro, começamos nosso roteiro de férias na natureza com um passeio pelo Alto São Bernardo. A montanha fica na localidade de São Bernardo, no município de Rio dos Cedros (lá não tem bairro, são localidades). A cidade é vizinha de Pomerode, onde mora minha amiga, e Pomerode é do lado de Blumenau. O Alto São Bernardo é o topo, muito apreciado por quem gosta de saltar de parapente (dois saltaram enquanto estávamos lá!). O trajeto até o topo pode ser feito de carro (foi o que fizemos), de bicicleta ou mesmo a pé, mas daí é bom ir de manhã, quando é mais fresco. No caminho tem corrente de água, hortênsias, lagos e algumas poucas casas que resistiram à enchente de 2008. Também no caminho algumas surpresas, um vento delicioso e sensações indescritíveis de liberdade, paz e conexão com a natureza.


Pra não se perder

Nós fomos depois do almoço. De Pomerode a Rio dos Cedros dá uma meia hora, é rapidinho. O passeio pelo Alto São Bernardo também é super tranquilo em questão de horário, fizemos tudo em uma tarde. Contando subida e descida, paradas para tirar fotos e descansar um tempo na rampa, como é chamado o topo para saltos de parapente, acho que deu umas duas horas e meia ou três horas (não curto passear de relógio, então não marquei certinho).

Uma foto conceito, como diz a Martinha

Só eu na foto não vale. Tá aí minha guia turística local

Logo no começo da subida, uma surpresa: um urubu alçando voo com uma cobra no bico! Mas ele foi mais rápido do que eu e não deu tempo de tirar uma foto. Seguindo em frente, começamos a ouvir o barulho de uma corrente de água ao lado. Não demora muito e encontramos uma parte dele bem visível. Que vontade de se refrescar no laguinho formado ali!


Não vejo a hora de voltar e dar um pulo neste laguinho

O que mais se vê durante o caminho são hortênsias. Muitas mesmo, em grandes arbustos enfileirados. Elas nascem em toda a extensão do Alto São Bernardo, da base ao topo. É lindo de ver!

Estas estão na parte mais de baixo do Alto São Bernardo

Vitaminada esta aqui

Estas estão na na parte mais de cima

O que também não falta são aves. Consegui fotografar este tico-tico no meio da árvore. Achou?


Na entrada de uma das propriedades, adivinha o que avistamos? Um pavão! Lindo e formoso atravessando a estrada. É tão acostumado com humanos que nem se abalou com nossa passagem. Logo depois apareceu o cão da casa. Seguindo o caminho tem um pesque e pague.

Que fofo!

Que fofo 2!


E por falar em propriedade, que delícia e benção deve ser morar aí.

Mais um tantinho e chegamos ao topo do morro, que fica 540 metros acima do nível do mar. A vista é incrível e o vento que sopra lá em cima é maravilhoso. Ficamos um tempinho lá aproveitando o visual e acompanhamos o salto de parapente de dois rapazes. Muito legal! Dá uma vontade de saltar também! Você iria? Minha amiga Martinha não encarava, mas acho que eu topava. A sensação deve ser libertadora.


Do lado direito, cidade de Timbó

Do esquerdo, Rio dos Cedros


Vontade de pegar carona

No caminho de volta, mais paradas para fotos e um molhar de pés no riacho. Água bem geladinha, uma delícia! Aproveitamos também para fazer um lanchinho sustentável, sem gerar lixo: água de casa e algumas frutas.



Esta foi a primeira vez que visitei o Alto São Bernardo e adorei! Como eu me sinto bem em meio à natureza! É tão reconfortante e tranquilo. Dá uma paz de espírito. Esqueci completamente todo o resto, me desconectei da rotina, de tudo e de todos. Estava tudo perfeito (tá, confesso, os mosquitos incomodam – lembrar de reforçar o repelente na próxima). Quero voltar lá pra aproveitar mais aquela cachoeirinha. 

Eu e a Martinha devemos fazer mais passeios, mas ainda não sei para onde vamos dos tantos lugares que estão na lista. Fique de olho no blog ou acompanhe pelas redes sociais para conferir o segundo roteiro de férias na natureza.

2 comentários:

  1. Num dia de sol, fica difícil definir o que é mais bonito: o azul das flores ou do céu?!
    É verdadeiramente um lugar muito lindo!!
    Abençoadas as pessoas que moram lá... E feliz quem escolhe um passeio com este para as férias! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martinha, que lugar lindo, né! Abençoado mesmo quem mora lá (isso me lembrou de atualizar o post com aquela casinha vermelha). E nós fomos muito felizes, hehehe.
      Beijos.

      Excluir

Olá, muito obrigada por passar aqui! Contribua com a postagem e deixe um comentário!

© 2013 Sustenta Ações – Programação por Iunique Studio